Home | Noticias | Locais | AL presta homenagens aos 10 anos da BPW Cuiabá através de sessão especial

AL presta homenagens aos 10 anos da BPW Cuiabá através de sessão especial

Tamanho da fonte: Decrease font Enlarge font
image Associadas da BPW Cuiabá são homenageadas pela Deputada Luciane Bezerra

Uma solenidade marcada pelo reconhecimento. Assim pode ser definida a homenagem feita na Assembléia Legislativa, no noite de 8 de dezembro, em homenagem aos 10 anos de fundação da Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais- BPW Cuiabá. A Sessão Especial foi requerida pela deputada Luciane Bezerra. Mariza Bazo, presidente da BPW Cuiabá, não conseguiu esconder sua emoção ao fazer um relato de algumas ações desenvolvidas na sua gestão e das presidentes que a antecederam, Sueli Batista que foi a primeira presidente da BPW Cuiabá e atual da BPW Brasil, a presidente da BPW Tangará da Serra, Aliuda Tanaka e a presidente Associação Brasileira dos Clubes da Melhor Idade de Mato Grosso (ABCMI/MT), Anita Caporossi prestigiaram a cerimônia. Todas as associadas da organização receberam, na oportunidade, Moção de Congratulações e Deuseni Felix, empresária e artista plástica falou em nome das  homenageadas.
Luciane Bezerra abriu a solenidade destacando a importância das mulheres de negócios e profissionais no contexto do desenvolvimento mato-grossense. Ele deixou claro que está aberta para fazer alianças com a ONG Feminina para que a mulher avance cada vez mais em seu papel, principalmente na política, setor em que ainda sofre discriminação, com poucas representantes nas esferas local, estadual e federal. “Na Argentina a participação da mulher na política já é de 40%, nós estamos com 10%, precisamos aprender esta lição com nosso país irmão”, ressaltou. Ela lembrou que nas últimas eleições somente ela e Teté Bezerra foram eleitas. Hoje, entretanto, devido a Teté ser a secretária de Estado de Turismo, somente ela representa as mulheres no parlamento estadual.
A deputada destacou que pretende criar na Assembléia legislativa de Mato Grosso a procuradoria da mulher, e disse que a BPW Cuiabá já seria uma das organizações convidadas para ter assento.  Luciane disse ter ficado muito honrada de naquele dia ter recebido o convite, através da presidente Sueli Batista para integrar a rede BPW, e que já estava aceito. E mais do que isso, ela foi convidada também para ajudar no processo de fundação da BPW Juara sua base política, e disse que estará seguindo junto para que em outras cidades mato-grossenses também tenha a organização, pois os objetivos da ONG, vão ao encontro de interesses do empoderamento feminino.
Sueli Batista, presidente da BPW Brasil lembrou na sua fala que a maior participação da mulher na política partidária também constou entre as prioridades da BPW Cuiabá, quando ela foi presidente, inclusive com cursos e seminários que visaram a maior qualificação das candidatas. Ela disse que tem muito interesse de retomar este projeto, inclusive para servir de piloto e apontou que é preciso também conscientizar a mulher a votar em mulher. Hoje Sueli Batista representa a BPW Brasil no Conselho Nacional dos Direitos da Mulher-CNDM. Ela fez um relato da importância da organização que está presente em nível internacional em cerca de 100 países e que tem assento e status consultivo em várias organizações e agências mundiais, a exemplo da Organização das Nações Unidas-ONU.
Presidente da BPW Cuiabá
Mariza Bazo é a terceira presidente da BPW Cuiabá, ela sucedeu a educadora Marilise Doege Esteves.   Ao agradecer a homenagem ela destacou que o reconhecimento sempre fez parte da vida da BPW Cuiabá. Lembrou que a organização ao dar seus primeiros passos o fez com muita firmeza, escolhendo caminhos construtivos, lado a lado da sociedade civil organizada, com outras entidades, públicas e privadas e com a mídia. Disse a ONG nasceu na capital com ousadia, porque as mulheres que compunham seu estafe tinham visão de futuro e invejável capital intelectual e humano. O que felizmente, disse ela, “se manteve ao longo dos 10 anos de vida, e que é legitimado pelas associadas que estão prestigiando a solenidade, muitas associadas fundadoras. Um  grupo de mulheres pró-ativas e projetos de grande alcance, visando o impulsionamento feminino e a construção de uma sociedade mais humana e igualitária, ajudou a organização a escrever sua história”, deixou claro a presidente.
Dentre as iniciativas da  BPW Cuiabá, citadas por Mariza,  a primeira foi a campanha  ”Sou doadora de vida”, que  visa motivar a doação de sangue por mulheres, várias edições foram realizadas em parceria com  o  Hemocentro e apoiada pela  TV Centro América, afilhada da Rede Globo. O primeiro grande momento vivido pela BPW Cuiabá, em nível de responsabilidade social, entretanto, foi através do macro projeto Buscando a Saúde para Um Bairro Ideal, implantado em abril de 2002, na comunidade Santa Laura, oportunidade que a organização levou para o bairro, classificado como o mais desnivelado na pirâmide social, entre os organizados, diversas ações visando o resgate da cidadania da sua população e o seu desenvolvimento, passando inclusive pela sua infra-estrutura.
Mariza fez questão de lembrar que quando  Mato Grosso pouco ou quase nada se ouvia falar em Responsabilidade Social Corporativa, a BPW Cuiabá juntamente com a empresa Qualities - Centro de Estudos Avançados, promoveu o  I Encontro de Cidadania Empresarial.  Anos mais tarde, sempre com muito entusiasmo com o tema, a presidente destacou que a organização realizou em Cuiabá o primeiro MBA do país em Terceiro Setor e Políticas Públicas, em parceria com a centenária Universidade Cândido Mendes, do Rio de Janeiro, correndo todos os riscos num ousado contrato incompany. Felizmente o êxito foi total. A BPW Cuiabá compartilhou de conhecimento técnico científico não só entre suas associadas, que foram subsidiadas com 50 e 100% do valor que deveriam pagar, mas numa transferência de subsídios para parceiros e ONGs. Qualificou profissionais para atuarem na área de projetos sociais. Profissionais estes que contribuíram para a implantação do Fórum de Responsabilidade Social da própria Assembléia Legislativa de Mato Grosso.
Foi lembrado também, a  campanha “Luto Pela Paz” realizada após o assassinato do empresário Sávio Brandão, diretor do Jornal Folha do Estado. A campanha foi difundida por um mês na TV Centro América em total parceria. Pessoas influentes de todos os níveis públicos e privados participaram da campanha  a convite da BPW Cuiabá.
Na esteira da responsabilidade  social a BPW Cuiabá fez diferença no país e recebeu reconhecimento da BPW Brasil, nos primeiros meses de sua fundação, por implantar uma ação  inovadora e de impacto.
Dos sub-projetos do Buscando a Saúde para o Bairro Ideal, nasceu o Vozes e Flautas na Dança da Vida, implantado, em caráter piloto, no bairro Santa Laura, e que depois migrou para o Jardim Vitória, onde contribuiu com o Instituto Flauta Mágica, expandindo as ações do instituto para dança e coral e dando visibilidade a cada conquista através da parceria com a TV Cidade Verde e a Farmácia Nossa Senhora de Fátima a primeira a abraçar o projeto, que um ano o projeto  mudou seu nome para Vozes e Música na Dança da Vida e também  foi incorporado às ações de Responsabilidade Social da Matos & Matos- o Boticário de Cuiabá e Várzea Grande e teve ações durante dois anos no bairro Jardim Vitória, e cerca de três anos no bairro 1º de Março nas Obras Sociais Wantuil de Freitas. Hoje encontra-se em fase de readequação.
Outro fato importante que Mariza recordou foi a articulação da BPW Cuiabá beneficiar  a chapadense Ana Martilha, com mais de 120 anos, que residia em Cuiabá, no bairro Pedra 90. A organização passou a cuidar para que a anciã tivesse melhor qualidade de vida, buscando parcerias para caminhar juntos. Conseguiu  planos de saúde com a Unimed Cuiabá e de farmácia com a Drogaria Tres América, ambos  vitalício. Em 2004  conseguiu após dois anos, reconhecer a anciã no livro dos recordes brasileiros como a mais idosa do Brasil e conseguiu com , a Secretaria de Trabalho, Emprego e Cidadania- Setec viabilizar  o pagamento de uma pensão especial mensal, no valor de R$ 1,4 mil, e a construção de uma casa que foi toda mobiliada com outra articulação, junto a TV Cidade Verde e a City Lar. Ao falecer com 124 anos  ela havia conquistado a dignidade cidadã. E ganhou do governo uma estatua de bronze exposta no Pedra 90, bairro em que viveu grande parte da sua vida.
Muitos foram os projetos próprios da organização, sendo citados também: Tributo para o futuro, voluntários da beleza, brincante, Março é Mulher, Mulher Ativa e Empreendedora, O Fascínio das Lobas, Sabores de Mato Grosso, Mulheres pelo Gerenciamento da Água nas Comunidades de Cuiabá. O mais recente dos projetos foi de grande impacto, Minha Vida Minha Chance, realizado com a Fundação Nova Chance - FUNAC e a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos. A iniciativa contribuiu para o sistema de ressocialização das reeducandas na penitenciária feminina Ana Maria do Couto May.
A BPW Cuiabá participou também de projetos de outras organizações “A Sociedade Abraça a Universidade; Criança Feliz, Natal das Crianças, Chegada do papai Noel na Cidade, Acorda Brasil, Santa Causa,  líder solidário, mutirão da cidadania, feirão do imposto,Abraço ao Rio Cuiabá,  Pró Asia, Hospital do Câncer, Construindo a Nação, MC Dis Feliz,  Sebrae Mulher empreendedora, dentre outros de grande importância. 


 Falando por todas
 Todas homenageadas da BPW Cuiabá foram representadas por Deuseni Felix e isso teve um processo de escolha bastante especial. Ela é uma das mais atuantes artistas plásticas de Cuiabá, esportista e empresária do ramo imobiliário, apesar de há mais de 20 anos ser paraplégica. Está na BPW Cuiabá desde a fundação. Foi através do exemplo de superação que foi mostrado o potencial de  mulheres ativas e empreendedora. Deuseni deixou se conduzir pela emoção e disse que independente do que cada qual seja na BPW uma coisa é certa, “aqui é uma rede de mulheres da organização.Deuseni deixou se conduzir pela emoção e disse que independente do que cada qual seja na BPW uma coisa é certa, "aqui é uma rede de mulheres vencedoras e eu tenho orgulho de integrá-la”, frisou. Lembrou também que uma das maiores emoções que teve na vida foi na festa em que se comemorou os 10 anos da BPW Cuiabá, em que ela recebeu o mérito juntamente com outras fundadoras.
 
 
 
 

Adicionar para: Add to your del.icio.us del.icio.us | Digg this story Digg
  • email Enviar a um amigo
  • print Versão p/ impressão
  • Plain text Texto